”Minha filha não teve mais alegria. Tudo o que ela vê, as pessoas que ela vê, ela tem medo”, diz a mãe de uma das crianças vítimas de abuso sexual no Pará. O número de casos têm aumentado, de acordo com a Fundação Propaz.

Segundo a Fundação, até o último mês de junho, foram contabilizadas 1.020 denúncias. Somente em 2017, foram registrados 1.782 crimes, o que representa 5% a mais que em 2016, quando foram 1.682 casos.

A psicóloga do Propaz, Ana Júlia Moreira, disse que em casos onde o abuso vem de uma pessoa conhecida, o apoio da família às vítimas é fundamental. “É preciso escutar a queixa, tomar providências adequadas, fazer perícia médica, fazer medicação para evitar contaminações, e principalmente muito amor e compreensão com a vítima”, disse.

g1/Pa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here