Relevância – “Devido aos altos índices de produtividade alcançados, o Paraná mantém a sua relevância na produção agrícola nacional, respondendo por mais de 17% da safra de grãos do País, mesmo ocupando apenas 2,3% do território brasileiro”, disse o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Julio Suzuki Júnior.

Investimento em tecnologia – Na avaliação do chefe do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura, Marcelo Garrido, o bom desempenho paranaense na safra 2018 deve-se especialmente ao investimento em tecnologia feito no Estado.

Clima – “O clima tem sido menos favorável na safra 2018 em relação a anos anteriores, com falta de chuva no início do plantio do milho, por exemplo”, afirma o técnico. “Mesmo assim, o Estado se manteve no topo da produtividade nacional com vários produtos, graças à alta tecnologia que temos a nosso favor”, diz Garrido.

Média nacional – O rendimento por hectare na lavoura de laranja alcança 37.085 quilos por hectare no Estado, 36,7% acima da produtividade média brasileira. No caso do milho da primeira safra, a produtividade paranaense de 8.745 quilos por hectare é 73,9% superior ao índice observado no País (5.029 quilos por hectare).

Triticale – Em relação ao triticale (híbrido de trigo e centeio utilizado principalmente na alimentação animal), fumo, aveia e centeio, os rendimentos médios obtidos no Estado suplantam em 16,5%, 15,6%, 19,1% e 20,4%, respectivamente, as médias registradas no Brasil.

Outras culturas – Julio Suzuki Júnior afirma ainda que o Paraná é destaque em produtividade de soja, trigo e feijão, apesar de não liderar o ranking nacional, uma vez que os índices de rendimento do Estado estão muito acima dos resultados da agricultura brasileira.

Toneladas – Em volume de produção, o milho da primeira safra alcançou 2.887.598 toneladas colhidas em 2018, enquanto a laranja atingiu a produção de 833.660 toneladas.

Fumo e aveia – Nos casos do fumo e da aveia, os volumes colhidos devem alcançar 190.254 e 166.991 toneladas, respectivamente. Na sequência, triticale e centeio, com produções de 28.675 e 6.349 toneladas, completam a lista.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here