O cientista chinês He Jiankui responsável pelo suposto nascimento de gêmeos humanos geneticamente modificados possa ser condenado pela justiça a pena de morte, nele pesa as acusações de corrupção e suborno.

He Jiankui desapareceu em dezembro do ano passado, hoje supostamente ele  está vivendo sob forte esquema de segurança em um apartamento do governo chinês em Shenzhen, de acordo com o geneticista Robin Lovell-Badge, do Instituto Francis Crick em Londres, e agora está preocupado que seu colega sofra pena de morte pelo feito.

Em 2018, Lovell-Badge organizou a Segunda Cúpula Internacional sobre Genoma Humano na Universidade de Hong Kong. Ao ouvir rumores sobre suposto experimento de He, Lovell-Badge decidiu convidar o cientista de 34 anos da área de biotecnologia para o encontro com a esperança de moderar o entusiasmo dele, ou como disse ao Telegraph, não conseguiu controlar seus impulsos.

E perante a cúpula, ele admitiu usar a ferramenta genética CRISPR/Cas9 para modificar embriões humanos, que agora já nasceram e são duas meninas gêmeas. Os humanos geneticamente modificados, os primeiros do mundo, são supostamente imunes ao HIV graças à edição do gene CCR5, que poderia fazer as duas gêmeas mais vulneráveis ao influenza, que causa a gripe, entre outros problemas de saúde conhecidos e outros desconhecidos.

Na época, ele se mostrava muito orgulhoso do seu feito, apesar das críticas de que sua pesquisa era prematura, que os experimentos foram feitos em segredo e que ele não usou os canais convencionais de divulgação e revisão do trabalho por pares.

Alguns cientistas do Reino Unido disseram que He pode ser acusado por corrupção e suborno, crimes que podem levar à pena de morte na China. Além de violar diretrizes de pesquisa, ao implementar embriões geneticamente modificados na mãe em vez de destruí-los, como mandam as regras do ramo. Na China, as diretrizes estaduais carregam o mesmo peso legal do que leis estabelecidas, segundo informa o Telegraph.

(Com informações do MSN)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here