2d7e0154 d2e4 4151 a49a 0c0c83fdc332 240x300 - Curtíssimas desta terça-feira (19|) - Com Jorge Quadros

JACARÉ

Quando eu (Jorge Quadros) mandei produzir esta arte, a pedido de Jorge Formiga e Marcelo Paier, sabia que não seríamos eternos na diretoria do PFC. Mas a arte sim. O que nos envolve agora é uma sensação de impotência. O que será do Jacaré do Norte? Depois de tantas idas e vindas, ao ponto de elegerem como presidente uma pessoa que nem em Paragominas morava (vejam bem, sem desmerecer o seu talento e a sua dedicação), mas que não tinha e nem tem raiz e nem vocação paragominense, o que deve acontecer? POr onde andam os sócios-fundadores deste time que nos fez apaixonar ainda mais pelo futebol e que levou milhares de torcedores ao Estádio Arena Verde? A lição foi dada. A diretoria parece ser fictícia. O presidente assumiu como treinador de outro time. As dívidas continuam e o time está prestes a enfrentar novos desafios, isto é, se tiver condições para continuar no campeonato. É triste saber que muitos de nós talvez nem mais estejamos nas arquibancadas porque a História, empurrada goela abaixo de muitos, agora é outra.

APARECEU

O acusado de ser o mandante de assassinato da D. Augusta (que era funcionária da Prefeitura de Paragominas) apareceu, deu depoimento que durou mais de três horas e foi liberado por conta de um Habeas Corpus. Charles, que é empresário, estava desaparecido desde à época do crime e agora vai responder em liberdade até que alguém consiga derrubar a liminar que o mantém fora das grades.

INOCENTE

Porém, no seu depoimento à polícia e à imprensa disse que é inocente e que tudo não passa de um complô armado contra si por alguém que lhe quer ver fora dos negócios. A sua apresentação com HC causou surpresa até aos policiais.

GUERRA

Tomamos conhecimento que existe uma ‘guerra’ entre facções criminosas em Paragominas. Uma guerra não tão silenciosa assim. A prova são os dois assassinatos ocorridos nos últimos dias em que está causando temor entre as pessoas de bem. Um jovem assassinado em via pública, na frente de dezenas de pessoas, isso causa uma série de indagações que precisam ser respondidas.

DIFICULDADES

As polícias CIVIL e MILITAR estão carecendo de melhor aparelhamento. Seja de viaturas, armas e munições, além de treinamento mais consistente aos seus policiais. Outra situação é que a maioria dos policiais estão no limite de trabalho e as ocorrências constantes não dão trégua.

GOVERNO

Ou o governo toma uma atitude mais enérgica para aparelhar as nossas polícias ou todos nós (polícia e sociedade), vamos continuar ‘enxugando gelo.

INVESTIGAÇÃO

Poucas vezes, em mais de 37 anos de profissão, vi um policial tão dedicado ao trabalho como o Dr. Pedro, delegado de Polícia Civil em Paragominas. O policial foi às redes sociais e pediu a colaboração da população na elucidação de crimes ocorridos no passado e no presente e que continuam sem que os culpados sejam punidos. Isso é amor à profissão.

COLABORAÇÃO

A maioria dos crimes ocorridos em Paragominas e região que ainda não foram elucidados podem estar com os dias contados à partir desta manifestação do delegado. Agora, é preciso realmente que a população colabore, mesmo anonimamente, para delatar aonde estão escondidos estes criminosos.

MULTIPLICAÇÃO

“Vamos multiplicar o conhecimento deste numeral para todos aqueles que tenham conhecimento das mais variadas espécies de crimes possam enviar sua mensagem para o número (91) 980487713 e cumprir com seu papel de cidadão. Então, se tiverem informações sobre paradeiro de foragidos da justiça, autores de crimes passados, recentes e em andamento, traficantes de drogas e armas e etc..,enfim, qualquer crime nos informe através do número (91)980487713 e acreditem no trabalho! Nosso efetivo é reduzido, mas não tenham dúvidas, ao tempo certo cada denúncia será verificada! Obrigado!”, PUBLICOU O DELEGADO Pedro da Rocha Rolim Neto.

QUANDO?

Até quando os proprietários de animais de grande porte (cavalos, éguas, jumentos, burros) vão continuar sendo co-autores de acidentes de trânsito? Os animais, após um dia de serviço, são liberados para pastar e vão para as vias públicas colocar em risco a vida de quem trafega pelas rodovias que cortam a nossa cidade ou avenidas da zona urbana. Um absurdo isso!

SIDNEY

Está engrossando ‘o caldo’ da pré-campanha de Sidney Rosa ao governo do Estado do Pará. Políticos de renome que estavam ainda em dúvidas começaram a aparecer nos encontros e reuniões afirmando categoricamente que são pró-Sidney. Vai dar certo. Aguardem pra ver!

ORGULHO

Para nós, de Paragominas, será um grande orgulho ter como governador do Estado um político que nasceu no Espírito Santos, mas radicalizou-se em nossa cidade onde fundou a sua empresa (Rosa Madeireira), foi prefeito por dois mandatos, secretário de Estado e deputado estadual por dois mandatos também e chegar ao governo do Estado.

TAMBÉM

Já estamos orgulhosos de ter entre os cargos mais importantes do Estado o também ex-prefeito de Paragominas, Adnan Demacki na secretaria de estado de Desenvolvimento Econômico.

TRANSFERÊNCIA

Corre à ‘boca pequena’, bem pequena mesmo, que os delegados que estão investigando o assassinato da D. Augusta podem ser transferidos à qualquer momento. A pergunta é: “POR QUÊ?”

POSTAGEM

A postagem dando conta da transferência dos delegados investigadores causou um ‘rebuliço‘ na imprensa local que têm nestes policiais um esteio entre os crimes e suas elucidações, além é claro, do respeito de todos para aqueles que tem a responsabilidade de levar a notícia à população de forma correta.

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here