curtíssimas 300x206 - Curtíssimas do Jorge Quadros desta segunda-feira (29)

PERDEU

O candidato ao governo do Estado, Márcio Miranda, apoiado pelo atual governador e aqui, em Paragominas, pelo maior grupo político da atualidade, perdeu. Perdeu e levou alguns com ele, como por exemplo, alguns políticos locais que não acreditavam nesta derrota de ontem.

GANHOU

Por outro lado, a vitória de Hélder Barbalho acabou por fortalecer aqueles que se dizem oposição ao governo municipal. Paulinho Tocantins terá que fazer um governo de muita conversação nos próximos dois anos.

REPRESENTAÇÃO

Nos próximo quatro anos Paragominas não terá representante na Assembleia Legislativa do Pará. A grande quantidade de candidatos e a divisão de votos locais provocou essa ruptura que, aliás, nós já tínhamos ‘cantado a pedra’ desde o início das pretensas candidaturas.

ACORDO

O que ocorreu, na verdade, foi falta de consenso. Cada um puxando a brasa para sua sardinha sem se preocupar com o município. Podem até dizer: ‘Mas esse não é um estado democrático? Sim, eu sei…Mas o município tem que estar acima de tudo e Deus acima de todos…Não deveria ser assim também?

ACONTECE…

Que o grupo político liderado pelos tucanos em Paragominas tem que voltar a fazer uma grande reflexão: uma delas é a longevidade do poder. Como o poder não é eterno, mesmo se fazendo uma boa gestão, o eleitor acaba cansando das mesmas caras, quase dos mesmos secretários, dos mesmos diretores de departamentos e dos mesmos puxa-sacos.

PERCEBERAM?

Como já tem algumas pessoas que começam a aparecer nas mídias sociais, nas reuniões, nas discussões de grupos, dando palpites, discursando e participando efetivamente do dia-a-dia das questões políticas locais. Embora a gente saiba que a maioria não tem a mínima condição, é ranzinza, não sorri, não se mistura às classes menos favorecidas, não desce dos seus carrões e por isso, terão mais dificuldade de utilizar o poder de persuasão. Mas tudo faz parte!

SUCESSÃO

Pelo andar da carruagem, dificilmente o grupo político que administra Paragominas fará seu sucessor. A não ser que mude toda a sua estratégia e tenha foco direcionado à um nome de consenso. Que ao que parece não tem. Mas temos que admitir que o prefeito Paulinho é um guerreiro e tem passado poucas e boas para manter o time coeso.

#VOLTA

Já começa a aparecer nas redes sociais a hashtags #voltaSidney numa clara alusão ao deputado Sidney Rosa, que não conseguiu se eleger senador na eleição de 5 de outubro. Mas isso só acontecerá se realmente as picuinhas, a inveja e a falta de respeito forem eliminadas do coração de alguns que pensam apenas com seus interesses pessoais e muitas vezes, escusos.

RUINDO

Como o ninho tucano está ruindo, outros começam a aparecer com mais força. E nessa queda de braço sairá vencedor quem se articular a partir de agora. Vejam bem o resultado das eleições de ontem: Helder ganhou em Paragominas de 54,20 % a 45,80 %. A força tarefa em prol de Márcio Miranda não funcionou. E nos dois turnos. No Primeiro Turno Hélder teve 50,69 % e Márcio Miranda 36,28 %. Falta de trabalho? Não, excesso de confiança!

CENA

Na verdade, seria de ‘bom alvitre’ que alguns políticos que já deram suas contribuições ao longo dos anos em prol do município entendessem que chegou a hora de sair de cena. Isso mesmo, dar lugar à outros postulantes, que acreditassem em novos nomes, novas ideias e ideais, se desatrelassem do poder, que como disse acima, não é eterno. E Paragominas não é de um dono, de um grupo, de uma família…Mas de todos nós!!!

TALVEZ

Por isso que os resultados das últimas eleições não foram satisfatórios e devem ter causado intranquilidade em muita gente.

….

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here