6881942 300x169 - Curtíssimas do Jorge Quadros, sábado (28)
Hemerson Sodré – Iniciamos hoje uma série de homenagens à paragominenses que fazem e contam a história do Município de Paragominas. Este jovem repórter da TV Liberal, ex- funcionário do Sistema Cidade, tem no sangue a determinação de ser um grande profissional. Nossos parabéns pelo exemplo de pai, de amigo e, principalmente pelo excelente profissional, destaque nas nossas manhãs pela TV Liberal. Tivemos o privilégio de encaminhá-lo nas reportagens esportivas. Mas isso foi muito pouco diante do que ele realmente está mostrando do que é capaz de fazer. (Imagem: Reprodução).

AGRICULTOR

Hoje, 28 de julho, comemora-se em todo o Brasil o Dia do Agricultor. A data homenageia os profissionais que trabalham com o cultivo de “produtos da terra”, como frutas, hortaliças e vegetais. E muita gente deixa passar despercebida uma data tão importante. Para todos os agricultores a homenagem da empresa JORGEQUADROS.COM.

PAULINHO

O prefeito Paulinho está se destacando como um grande palestrante. Depois de dar palestras em várias reuniões locais, o prefeito de Paragomins já esteve em Belém por diversas vezes, em São Luis do Maranhão e agora em Macapá, pelo Sebrae, mostrando que tem know how em vários assuntos.

AGORA?

Muita gente propagando aos quatro ventos que os eleitores brasileiros, paraenses e paragominenses deveriam fazer uma reflexão e jamais votar em candidatos que já estejam ocupando cargos eletivos. Mas, quando se apresentam novos candidatos com novas ideias parece que jogam um balde de água fria nestas pretensões… inclusive de quem propaga a ideia.

VISITA

E hoje, justamente hoje, tem candidatos eleitos e reeleitos visitando Paragominas em busca dos votos dos eleitores da terra de Célio Miranda. Pois bem, vamos relaxar que é mais que salutar ouvir as propostas antigas e aquelas que dizem ser renovadas para um novo mandato. Quem vai fazer a prova dos nove é o eleitor. Vota ou não, dependendo da sua interpretação quanto à isso. Não é a democracia?

ÓRFÃO

Só acho que Paragominas ficará órfão de um deputado federal. Na eleição passada tínhamos uma candidata genuinamente local. Hoje não temos mais isso e a horta ficou farta para vários candidatos ‘de fora’. Acredito que esse foi um ‘tiro’ no pé que nossas lideranças deram. Aliás, um tiro de garruncha, com centenas de chumbos.

SENADOR

No entanto teremos a oportunidade de votar pela primeira vez na história deste município em um candidato à senador que é empresário há dezenas de anos em Paragominas, foi prefeito duas vezes deste município, deputado estadual por dois mandatos, e que fez inúmeros projetos em apoio ao crescimento da nossa região, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e jamais abandonou seu povo. Sidney Rosa ganhou a simpatia do eleitorado com muito esforço e trabalho prestado.

MAS…

Qual deputado teve essa consideração, mesmo dizendo representar o município e a região? Quais projetos têm de sua lavra dedicado ao povo paragominense? Pelo menos em alguns vídeos que tenho assistido deste candidato, muito bem produzido por sinal, não fala disso…ou esqueceram ou não tem de fato e de direito? ‘Bora’ pesquisar? Me respondam e eu coloco aqui de um por um!

SOM

Mais uma novidade nestas eleições e que acabou por ‘quebrar de vez’ as pernas de alguns empresários do setor de propaganda volante que, nesta época aproveitavam para faturar uma boa grande das campanhas eleitorais. Não será permitido mais o uso do ‘carro de som’ em campanha eleitoral.

REGRA

Para propaganda eleitoral, a circulação de carros de som (potência de até dez mil watts) e minitrios (potência de até 20 mil watts) é permitida até às 22 horas do dia que antecede a eleição em carreatas, passeatas, caminhadas, reuniões e comícios. A permissão para trios elétricos (potência de mais de 20 mil watts) é mais restrita: eles só podem ser utilizados para sonorizar comícios.

ECONOMIA

Tem candidato dizendo que já começa sua campanha eleitoral com uma economia de meio milhão de reais. Não é para menos. Fazer uma campanha eleitoral em todo o Pará, utilizando este tipo de propaganda era uma despesa sem precedentes. Tinha até disputa antes da disputa eleitoral para ver quem ficava com os maiores e melhores carros de som.

ELEIÇÕES

16 de agosto é a data fixada pelo Tribunal Superior Eleitoral para a abertura oficial das campanhas eleitorais do pleito de outubro vindouro. Todo candidato tem por obrigação saber o que pode e o que não pode fazer nestas eleições, principalmente com relação à mídia. Como a internet será realmente o divisor de águas, os candidatos estão cada vez mais malucos em encontrar profissionais da área para definir seus votos.

PANFLETAGEM

É permitido a distribuição de materiais gráficos até às 22 horas do dia anterior ao da realização das eleições 2018. Não é preciso pedir autorização prévia para fazer esta distribuição. Mas os candidatos não devem esquecer os números do CNPJ ou CPF de quem produziu o material e de quem contratou o serviço e da tiragem. Além disso devem constar a relação de partidos da coligação e nomes dos candidatos a vice no tamanho mínimo de 30% do nome do titular.

EDUARDO

Fiz uma entrevista com o mais novo pré-candidado à deputado estadual pelo Pará. Eduardo Todde tem vinte e um anos, filho do empresário Ítalo Todde (Companhia de Rodeios Ítalo Todde), é radicado em Marabá, mas nasceu em Paragominas. É neto do empresário Amilton Caliman (Empresa Caliman Transporte). Foi candidato à vereador em Marabá aos 19 anos de idade, teve mais de mil votos e ficou na primeira suplência. Apaixonado por política e pelo Pará, Eduardo, se eleito, pode se tornar o mais novo deputado estadual do País. Mente jovem e aberta, tem muitos projetos a serem realizados principalmente para jovens da sua faixa etária, sempre desassistidos pela maioria dos projetos políticos. A entrevista será publicada na próxima semana.

PFC

Sem lenço, sem documento, sem barco e sem direção. É assim que está o Paragominas Futebol Clube. O Campeonato Estadual de Futebol da Primeira Divisão deve começar em janeiro e até agora não se sabe como vai ficar a situação do ‘Jacaré’. O atual presidente deve ficar como treinador do time que está defendendo agora. Um empresário da cidade mencionou querer ser presidente. O problema é a dívida trabalhista e outras dívidas que o clube tem com seus fornecedores e apoiadores. Além do mais, não existe uma prestação de contas. Ou seja, se recebeu verbas públicas tem que haver prestação de contas senão o time afunda ainda mais. Trocando em miúdos, neste caso, o jacaré no seco…não anda!

…..

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here