51f1e092 b0e6 4497 844c fa9ad4a5467e 300x225 - Curtíssimas do Jorge Quadros - Segunda-Feira (10)
Vejam que absurdo! Uma loja de colchões, localizada na Avenida Castelo Branco, no Centro de Paragominas, foi arrombada por bandidos. Ninguém viu, ninguém ouviu nada. Pela imagem, fotografada pelo amigo Claylton Dias, dá pra perceber que fez barulho no momento do arrombamento. Na verdade, várias casas e lojas das proximidades do Terminal Velho, que serve de abrigo para centenas de drogados e assaltantes, são alvos permanentes destes desocupados.

CAMPANHA

Existem dois tipos de campanha para quem se arvora como candidato a qualquer cargo eletivo nas eleições de outubro próximo. A primeira é correr atrás dos votos dos eleitores cada vez mais desconfiados. A segunda é no campo jurídico, quando a maioria das assessorias dos candidatos adversários se propõem a trabalhar nos gabinetes para descobrir ‘qualquer coisa’ que possa minar as forças dos opositores.

OBSERVAÇÃO

Um dos problemas enfrentados pelos candidatos e suas assessorias é que grande parte nãos e preparou para enfrentar a fúria das redes sociais. Quem tem uma boa equipe de marketing político digital tem mais tranquilidade quando é bombardeado. Porém, quem não atentou para esse detalhe está perdendo muito tempo para desmistificar as tais ‘fakes news’ que se proliferam mais rápido que ‘filhos de preás’.

PREJUÍZO

As milhares de pessoas, aqui mesmo em Paragominas, que colocam fragmentos de notícias, sem revelar a fonte, nos grupos de whatsapp, no Facebook e em outras mídias digitais acabam prejudicando seu candidato. A falta de seriedade com a informação pode causar um efeito bumerangue que muitos não estão observando e isso está causando prejuízos terríveis.

PANFLETEIROS

Como a eleição de 2018 é ‘uma eleição atípica (nunca vi uma palavra ser repetida milhares de vezes por dia) por não termos carros de som nas ruas. As caminhadas não oferecem nenhum atrativo, os coordenadores de campanha estão mais vigiados que o ditador da “Coréia”, os ‘bilhetinhos’ de abastecimento, de remédio, de cesta básica, desapareceram, resta agora os ‘panfleteiros digitais’ encher os grupos das redes sociais com as fotos de seus candidatos. Forma errada de usar as mídias digitais em prol do candidato.

SURPRESA?

Claro que não! Já podíamos imaginar que um grupo bem pequeno de pessoas que são acostumadas a postar notícias falsas, daquelas que só se lê o título, está preocupado com os rumos que as coisas estão tomando. O grupo, pode estar sendo monitorado. As polícias estão atentas agora em quaisquer vestígios de apologia à violência.

QUANDO?

Por falar em apologia à violência e investigação, ninguém mais fala de ‘Giogio Raiol’ que aprontou um monte e continua ileso. Será que as investigações chegaram ao ‘cara’ e, pelo cargo que ocupava, se tornou ‘imexível’?

SUBIU

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) lidera nova pesquisa eleitoral divulgada na manhã desta segunda-feira (10) com 30% das intenções de voto. O levantamento, encomendado pelo BTG Pactual e feita pelo Instituto FSB durante o fim de semana, foi o primeiro realizado após o atentado contra o candidato. A pesquisa foi registrada no TSE com o número BR-01522/2018..

SEGUNDO

Atrás do capitão da reserva, o presidenciável com maior preferência do eleitorado é Ciro Gomes (PDT), com 12%. Abaixo seguem empatados tecnicamente, com 8%: Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT). O levantamento não levou em consideração a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, determinado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ao fim de agosto.

ATRÁS

Os candidatos João Amoêdo (Novo), Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) chegaram a 3% na enquete; Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (Patriota) têm apenas 1%. Entre os eleitores, 13% disseram que não devem votar em ninguém, 3% afirmaram votar em branco ou nulo, 7% ainda não sabem em quem votar e 1% não responderam. (Yahoo!)

FEMINICÍDIO

As polícias Civil e Militar em Paragominas estão procurando Roberlânio José da Silva de 33 anos de idade. Ele é acusado de matar a tiros sua esposa Wiliana Oliveira da Silva com quem tinha 3 filhos. O crime aconteceu no condomínio Vale da Prata, no bairro Camboatã, na sexta-feira (07).

DOBRADA

Quando alguém avistar uma motocicleta com a placa dobrada pode correr que está perto de um assaltante e pode ser roubado a qualquer momento. Esta prática é muito comum entre os ‘pilas’ para que a motocicleta não seja identificada. Aqui em Paragominas este ‘modus operandi’ já é usado há bastante tempo. É preciso que os transeuntes fiquem apenas mais atentos.

CÂMERAS

O medo de ter casas e lojas arrombadas pelos meliantes está aumentando a clientela de empresas de segurança que trabalham com câmeras de monitoramento. Pode até não livrar do assalto, mas fica mais fácil identificar os bandidos. Exemplo disso que foi através de imagens de um indivíduo comprando gasolina num posto de combustível que se chegou aos incendiários de um micro-ônibus da empresa Caliman.

……

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here