Mesmo com a situação na tabela ainda bastante preocupante, o sentimento de otimismo aumentou, já que o time jogou de igual para igual com um concorrente ao título. Maxi pediu união de todos para que o caminho até o objetivo seja menos árduo.

– Ganhamos um ponto, mas Acho que poderíamos pegar mais alguma coisinha, porque jogamos bem. Com certeza (vamos ficar na Série A). Vamos brigar até o final, vai ser difícil. É muita pressão. Precisamos da nossa torcida, que todos fiquem juntos. Dentro de campo estamos fazendo o máximo possível e acredito que podemos crescer mais – disse.

Melhores momentos: Vasco 1 x 1 Internacional pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro
Brasileirão
7118197 - Decisivo, Maxi mantém otimismo e pede união contra a queda: "É muita pressão"
Foto: Reprodução Vídeo G1

Melhores momentos: Vasco 1 x 1 Internacional pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro

Se tem impressionado pelo bom número de gols, Maxi também chamado atenção na quantidade de cartões amarelos que levou: sete até agora. Contra o Inter, ele foi advertido após marcar o gol de pênalti e dar um tapa no rosto de Jonatan Álvez. O centroavante vai para o clássico com o Fluminense pendurado.

– As coisas que acontecem dentro do campo de jogo, ficam dentro do campo de jogo. Para mim é assim – desconversou.

maxi print - Decisivo, Maxi mantém otimismo e pede união contra a queda: "É muita pressão"

Maxi, do Vasco, dá tapa em Jonatan Álvez após marcar o gol de pênalti — Foto: Reprodução

O experiente jogador também comentou sobre o fato de Fabricio ter sido protagonista de mais uma polêmica, desta vez por se revoltar ao ser substituído e ir direto para o vestiário.

– Vamos apoiar o Fabricio, assim como a todos do time. Ele está passando por um mau momento, e vamos abraçar ele. Precisamos de todos – finalizou.

Com o ponto conquistado contra os colorados, o Vasco chegou a 35 pontos e assumiu provisoriamente a 13ª posição na tabela do Brasileiro. No sábado, dia 3 de novembro, a equipe enfrenta o Fluminense, no Maracanã.

Por Felipe Schmidt e Fred Huber — Rio de Janeiro – G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here