Diogo Barata Farias, de 34 anos, teve a casa invadida e foi executado com três tiros no peito por homens encapuzados, que chegaram de motocicleta, na sexta rua do conjunto Guajará II, em Ananindeua, região metropolitana de Belém.

Testemunhas afirmaram que os assassinos cortaram o cadeado da residência de Diogo, utilizando um alicate de pressão. Eles entraram na casa, procuraram pela vítima e o executaram em um dos quartos.

De acordo com a Polícia Militar, Diogo tinha passagem pela polícia e, até pouco tempo, estava preso, mas ganhou liberdade. A motivação do crime permanece desconhecida, mas há indícios de que o crime seja um acerto de contas com o tráfico.

O corpo foi removido pelo IML e Policiais Civis da Divisão de Homicídios (DH) estiveram no local para buscar informações que possam ajudar na investigação.

(Com informações de Paulo Magno/Diário do Pará)

Dol

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here