d7c06126 8643 476c 9435 d27cbd3a3c49 300x169 - Hospital Municipal de Paragominas está se tornando referência no atendimento à população
Daniel Aragão, superintendente do Hospital Municipal de Paragominas.

Há muitos anos que o Hospital Municipal de Paragominas vem passando por sérias transformações. Seja na questão de atendimento hospitalar, seja na parte física, com novas alas e espaços para que os pacientes se sintam mais à vontade no momento que antecede a consulta ou ao pré e pós-operatório.

Nossa reportagem esteve no Hospital Municipal para verificar as instalações e o atendimento e constatou in loco que muita coisa realmente mudou.

Em março deste ano o Ministério Público Estadual fez uma visita surpresa ao Hospital e constatou várias situações que não estavam adequadas e ‘enquadrou’ a administração municipal para que tomassem as devidas providências.

hmp 300x115 - Hospital Municipal de Paragominas está se tornando referência no atendimento à população

O prefeito Paulo Tocantins, naquela oportunidade foi enfático em dizer que as instalações do prédio estavam passando por reformas e que as denúncias, embora normais, como também a visita do MP, a população iria receber em breve muitas novidades: “Nós estamos fazendo todo um trabalho de engenharia para a reforma do hospital municipal, devemos ampliá-lo, ampliar também o número de leitos. Nós já temos R$ 7,5 milhões do Fundo Municipal de Saúde destinados para essa reforma e ampliação”. As obras físicas continuam, mas uma das maiores preocupações da gestão municipal era na questão da humanização no atendimento, um gargalo que estava prejudicando os pacientes e seus acompanhantes.

“O atendimento está sendo humanizado, as pessoas já reclamam bem menos e a maioria sabe que estamos avançando muito em todos os aspectos”, disse o prefeito ao nosso site.

download 4 - Hospital Municipal de Paragominas está se tornando referência no atendimento à população
Prefeito Paulo Tocantins em entrevista a reportagem do site jorgequadros.com.br

Na manhã deste domingo (26) conversamos novamente com o prefeito Paulo Tocantins e ele reafirmou que agora em dezembro será aberta a licitação para a reforma e ampliação do Hospital Municipal. Uma obra que vai custar mais de R$ 9 milhões de reais. “O Hospital terá andar superior, aquisição de muitos equipamentos e o número de leitos, que hoje é de 63, passará para 126. Além do mais estamos em entendimento com o Estado e vamos fazer uma parceria para que possamos fazer uma campanha de atendimento de urologia intensificada, da mesma forma com os exames de catarata, mal que atinge grande parte da nossa população”, completou.

Nas mudanças efetuadas, é significativo dizer que a nova direção, sem desmerecer àqueles que passaram pelo Hospital, tem se desdobrado para sanear todas as dificuldades e impor um ritmo de trabalho humanizado com uma visão de atendimento exemplar.

O superintendente do Hospital Municipal de Paragominas é Daniel Carvalho de Aragão, Analista de Sistemas, MBA em Gestão e Consultoria Empresarial, MBA em Gestão Hospitalar (cursando). Experiência em gestão por muitos anos na Multinacional Telefônica Mobiles.

Daniel Aragão, que não se esquiva das perguntas e muito menos de quem o procura, nos passou os números de atendimento do Hospital até outubro de 2017. Confira:

– Cirurgias: 2.786. 10% a mais comparando os períodos anteriores.
– Partos: 1.424
– Atendimento Consultas: 38.432
– Exames Raio X: 14.545
– Exame Ultrassom: 10.138
– Exames laboratoriais: 68.787
– São realizados em média 900 procedimentos diários pela equipe de Enfermagem e Técnicos.

Quando nossa reportagem questionou sobre o que foi feito no Hospital Municipal em sua gestão, Daniel Aragão respondeu:
O que fizemos no período :
– pintamos o Hospital e mantemos sempre muito limpos as dependências ;
– O atendimento no ambulatório foi informatizado;
– A marcação de consulta é realizada agora todos os dias;
– Equipe está uniformizada;
– Foi implantado a emissão de carteira do SUS para recém nascido;
– remodelamos o centro cirúrgico com novos equipamentos como: mesa cirúrgica, Foco cirúrgico, carro de anestesia;
– Adquirimos todo o mobiliário do novo Centro de Parto, dentro do que preconiza o Ministério da Saúde (Projeto Rede Cegonha), onde a gestante poderá escolher o tipo de parto e terá o leito exclusivo.

O que vem de novo:
– Ativação da UCI (Centro Cuidado Intensivo Para Recém–Nascido ), previsão que até fev/18 já esteja em pleno funcionamento, com isto vamos evitar de enviar nossos bebês para Belém ou Bragança.
– Centro Parto Normal (previsão Fev/2018), estará em pleno funcionamento.
– Nova Sala para bloco cirúrgico (previsão mar/18), vai nos possibilitar acabar com a fila de espera das cirurgias.
– A reforma do Hospital, onde dobraremos o número de leitos passando para 126. Com isso teremos uma instalação moderna, para que possamos dar mais conforto aos nossos munícipes e a melhoria na qualidade do ambiente de trabalho para nossos colaboradores(O processo licitatório está sendo finalizado para ser publicado). Este é nosso desafio, atendimento humanizado/com qualidade e ser referência no estado do Pará.

Daniel Aragão, com a experiência adquirida ao longo da vida deu uma nova dinâmica ao atendimento e com isso melhorou quantitativamente o grau de satisfação daqueles que precisam de atendimento nesta unidade de saúde.

Outra aquisição importante foi a contratação do experiente médico Aloísio Novaes Franco que assumiu como supervisor técnico e tem a aprovação da maioria dos funcionários que estão sob a sua coordenação.

Reportagem:

Jorge Quadros  –

Jornalista DRT 2138

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here