Diário Online

destaque 521549 7764698999755517363 1 300x169 - Impressionou a polícia - Paraense é preso por decapitar homem com pedaço de prato e confessa 16 mortes
(Foto: Erlon Rodrigues/Polícia Civil)

A Polícia Civil do Amazonas apresentou, nesta quinta-feira (5), uma dupla suspeita de um crime bárbaro: eles decapitaram – e filmaram – uma vítima com um pedaço de prato e um terçado e enterraram a cabeça dela em um campo de futebol. Um dos presos é um paraense de 25 anos, que confessou a participação em pelo menos 16 mortes.

De acordo com informações da Polícia Civil amazonense, o paraense Alex de Almeida Silva, conhecido como “Cadáver”, e um adolescente de 15 anos foram presos durante um patrulhamento pelo bairro da União, em Manaus.

Segundo os policiais, Alex e o adolescente estavam visivelmente sob efeito de drogas e confessaram que haviam acabado de matar Edivaldo Soares, encontrado sem cabeça minutos antes em uma comunidade chamada Rei Arthur.

Na delegacia, Alex e o adolescente contaram que a vítima convidou os dois para consumir entorpecentes. Ao chegar ao local, a dupla viu diversas bolsas de mulheres e reconheceu uma deles como sendo de uma tia de Alex, que havia sido roubada na área.

O paraense ficou irritado e decidiu que iria punir Edivaldo. Com a ajuda do adolescente, Alex imobilizou Edivaldo e começou a cortar o pescoço dele com um pedaço de prato que estava no quintal do local.

Sem conseguir decapitar completamente a vítima, o paraense pegou um terçado e arrancou a cabeça de Edivaldo, enterrando-a próximo a um campo de futebol.

A morte foi toda filmada pela dupla, que ainda faz referência a uma facção criminosa na gravação.

De acordo com o delegado Jeff Mac Donald, Alex de Almeida confessou envolvimento em ao menos 16 assassinatos. Ele está no regime semiaberto e teria se mudado para o Amazonas há alguns meses.

(DOL – Com informações do Portal do Holanda e do portal Em Tempo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here