Adriano Brandão morreu por volta de cinco da tarde, desta quarta-feira 5, numa área de mata de Tucurí, sudeste do estado, depois de trocar tiros com policiais militares da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE). Ele era apontado como líder da quadrilha que roubou malotes com dinheiro da empresa Prossegur.

De acordo com a PM, Adriano portava uma AK 47, arma de grosso calibre, quando resistiu à prisão e atirou contra os policias, que revidaram e atingiram o assaltante. O criminoso não resistiu.

tucurui12 - Morre em confronto com policiais do Pará um dos maiores assaltantes de banco do País

Foto: Divulgação/PM

Brandão era considerado um dos maiores assaltantes a banco do país e foi resgatado do Complexo de Americano, em Santa Izabel, em setembro deste ano. As buscas ao restante da quadrilha continuam e são realizadas de forma integrada por policiais da CIOE, GTO, DRCO, GRAESP e policiais civis e militares de Tucuruí.

ROUBO

O grupo criminoso agiu no aeroporto de Tucuruí, no momento em que os malotes foram retirados de um avião de pequeno porte. Em uma ação violenta, os assaltantes chegaram disparando contra a equipe de segurança da Prossegur e em direção à aeronave. Os disparos atingiram gravemente o piloto, que foi socorrido e levado a uma unidade de saúde.

Fonte: Portal Roma News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here