Certamente, um dos assuntos que mais geram dúvidas entre os estudantes envolve o que levar para comer no ENEM.

Afinal de contas, prestar um exame como esse funciona praticamente como uma maratona. Assim como os atletas precisam de água e refeições rápidas e balanceadas durante um percurso com várias etapas, os estudantes também precisam dessa fonte de energia.

Considerando que o período para responder a prova é longo, os fiscais de sala permitem lanches rápidos dentro da sala de aula. Neste artigo, vamos apresentar algumas opções do que levar e do que evitar:

Quais são os alimentos ideais para levar?

De acordo com nutricionistas, os mais indicados são os que oferecem uma quantidade adequada de calorias, ou seja, de energia, juntamente com os nutrientes que mantém o corpo em bom funcionamento. São eles: carboidratos integrais, proteínas e gorduras saudáveis.

A barrinha de castanhas funciona como um excelente lanche durante o ENEM, pois une baixo índice glicêmico, boa densidade calórica e gorduras saudáveis, que proporcionam uma sensação mais duradoura de saciedade.

Dessa forma, o estudante evita altos índices de insulina e também a hipoglicemia reativa – fenômenos que podem comprometer muito a concentração para resolver as questões do exame.

Vale lembrar que as barras de castanhas não são a mesma coisa que as barras de cereais, que costumam ser mais baratas e contar com um elevado grau de açúcar.

Para os chocólatras, especialistas indicam apenas as versões com pelo menos 70% de cacau. Já para quem prefere as frutas secas, as boas opções são damasco e coco.

Quais são os alimentos que devo evitar?

Inovar o cardápio durante a prova do ENEM pode causar complicações. Afinal de contas, nem tudo o que comemos cai bem em nosso sistema digestivo, e certamente esse é um desconforto que nenhum estudante deseja para um momento como esse.

Portanto, evite levar snacks exóticos, com temperos carregados demais, ou muito pesados e gordurosos. Prefira os alimentos que você já conhece e está habituado.

Se optar por levar frutas, não esqueça de lavá-las bem antes do consumo.

Apesar da praticidade, evite sucos de caixinha, refrigerantes e balas muito adocicadas. Até mesmo as frutas como banana, uva e manga devem ser evitadas, pois possuem um alto índice glicêmico, provocando baixa concentração e sono. Prefira morangos, kiwi, goiaba, ameixa, maçã, pêssego e pera.

Por fim, não esqueça de evitar alimentos salgados demais. O excesso deles provoca sede e, como consequência, um consumo maior de bebidas e produção de urina.

 

Fonte: programaorienta.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here