destaque 457598 mirai - Polícia prende suspeito de roubo milionário ao Mirai
Mirai Office, prédio comercial localizado na Rua Municipalidade, no bairro Umarizal, em Belém. (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil não divulgou oficialmente, mas prendeu no último dia 9 o primeiro dos seis integrantes da quadrilha que praticou no último dia 8 assalto milionário ao edifício Mirai Office, prédio comercial localizado na Rua Municipalidade, no bairro Umarizal, em Belém. Welson Irlon Gurjão da Silva, morador do conjunto Paar, em Ananindeua, foi apresentado ainda na segunda-feira a noite à Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), onde a investigação está sob o comando do delegado Ricardo Rosário. O caso corre em sigilo total, e na tarde de ontem o delegado chegou a negar que alguma prisão havia sido executada e que preferia manter o silêncio para não atrapalhar as investigações.

A comprovação da prisão, porém, foi obtida com exclusividade pelo DIÁRIO DO PARÁ, que teve acesso à cópia do boletim de ocorrência lavrado às 22h52 do dia 9 de outubro. Ele foi preso às 18h30. Com o suspeito, a polícia chegou também a parte do material usado para concretizar o roubo, e recolheu uma cortadeira grande, 30 discos de corte, 2 furadeiras, 17 varas de solda, uma marreta, alicates, um cilindro de oxigênio, 20 discos de maquita e outras ferramentas usadas no arrombamento de 16 salas no prédio, entre as quais a do escritório de Ricardo Souza, marido de Izabela Jatene, filha do governador Simão Jatene, de onde teriam sido levados R$ 3 milhões.

genro 10 10 2017 23 14 13 - Polícia prende suspeito de roubo milionário ao MiraiOs ladrões que invadiram o prédio roubaram cerca de R$ 3 milhões do escritório de Ricardo Souza (foto), genro do governador Simão Jatene. (Foto: Reprodução/Instagram)

A sala do genro do governador era protegida por uma porta blindada em aço, que foi destruída pelos assaltantes com a auxílio de vários equipamentos. O assalto ao Mirai teria rendido R$ 6 milhões à quadrilha e aconteceu entre sábado e domingo. A polícia agora procura pistas do resto do bando e também dos produtos do roubo, já que ao ser preso Welson entregou apenas um relógio de pulso Rolex, 8 aparelhos de celular e a quantia de R$ 300,00.

Leia Matéria completa na edição desta quarta-feira (11) do DIÁRIO DO PARÁ

(Com informações de Cléo Soares /Diário do Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here