destaque 449133 r2r32r23r - Preço do feijão caiu 30,35% em 8 meses
Em relação a julho, preço do quilo do feijão teve uma redução de 18,18%. (Foto: Divulgação)

Mesmo tendo uma redução nos preços nos últimos meses, a alimentação básica dos paraenses continua entre as mais caras do País. Uma boa notícia é que, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em agosto deste ano, a maioria dos itens da cesta teve preços menores.

É o caso do feijão. O preço do quilo deste alimento teve um recuo de 18,18% em relação a julho. A pesquisa do Dieese feita semanalmente em supermercados de Belém é referente ao feijão dos tipos carioquinha, jalo e cavalo. No comparativo de preços dos primeiros oito meses deste ano, a queda acumulada no preço do produto alcançou 30,35%, segundo o Dieese (Veja preços no box abaixo). No Pará, no mês passado, a cesta básica apresentou queda de 3,31% e teve um custo de R$ 375,82, comprometendo na sua aquisição cerca de 44% do atual salario mínimo, de R$ 937.

PREÇOS

Segundo os dados do Dieese, em dezembro do ano passado, o quilo do feijão custava, em média, R$ 6,59

Em janeiro deste ano, o quilo do produto já estava custando R$ 5,65

Em junho, foi comercializado, em média, a R$ 6,08

Em julho era vendido, em média, por R$ 5,61

No mês passado, o quilo do produto custava, em média, R$ 4,59

(Diário do Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here