Se a diretoria do pfc não prestar contas dos recursos públicos e privados recebidos o caso pode ir parar no Ministério Público estadual

PFC 300x195 - Sócio-fundadores do PFC se reúnem e vão exigir transparência na prestação de contas do time
Imagem: Arquivo JORGEQUADROS.COM

A situação do Paragominas Futebol Clube é cada vez mais difícil. O presidente do time, Charles Guerreiro, além de não morar na cidade, não participa de nenhuma reunião, não dá satisfação de como anda a equipe e nunca os sócios-fundadores foram chamados para uma prestação de contas de todos os recursos que a instituição futebolística recebeu até hoje, principalmente em sua administração.

Por esse motivo, um grupo de sócios-fundadores esteve reunido para tomar algumas medidas, inclusive jurídicas, que devem parar no Ministério Público Estadual, para que tomem ciência do andamento administrativo do PFC.

Há informações de que há causas trabalhistas até hoje não cumpridas, que o clube recebeu verbas do governo do Estado, das transmissões televisivas, do Banpará, de patrocinadores privados, mas ninguém sabe quanto e nem como esses recursos foram implementados.

“Não há questionamentos de desvios de verba, não é isso, é porque o Paragominas Futebol Clube é um patrimônio do município e que merece ter um tratamento especial, principalmente sobre a transparência dos recursos recebidos e aplicados”, disse um dos sócio-fundadores.

Nossa reportagem soube, através de alguns sócios-fundadores que o presidente já disse que vai entregar o cargo e que, inclusive viria à Paragominas para fazer isso, mas até agora não deu nenhuma informação oficial à respeito.

Na próxima semana outra reunião deverá acontecer com um número bem maior de sócio-fundadores, que estarão de posse do Estatuto e da Ata de fundação e exigirão a prestação de contas e uma posição do presidente Charles Guerreiro. O período do mandato do presidente encerra em dezembro próximo e já há um grupo de empresários que deve apresentar uma chapa para concorrer à eleição para a nova diretoria.

O PFC é um time ‘sanzonal’, só aparece no final do ano para disputar o Campeonato Paraense e nos últimos anos tem se mantido na primeira divisão do Campeonato Paraense com muitas dificuldades. Depois do Campeonato o time desaparece. Não há um amistoso, os jogadores são dispensados e a diretoria desaparece do cenário esportivo local. E é justamente isso que tem trazido preocupação a quem realmente mora em Paragominas e que pretende ver o time participando de atividades esportivas como acontece com outras equipes.

A redação deste site não conseguiu contato com o presidente do PFC Charles Guerreiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here