destaque 446194 juiz 300x169 - Tribunal de Justiça leva debate sobre Direitos Humanos ao interiorA Comissão de Ações Judiciais de Direitos Humanos e de Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (CADHRS/TJ-PA) anunciou que deve tornar itinerante o Colóquio sobre Políticas Públicas de Direitos Humanos. A primeira edição foi realizada ontem, no auditório do Fórum Cível de Belém, e com convidados de outros meios, além do jurídico, falou a profissionais, estudantes e outros interessados no tema.

Coordenadora da comissão, a desembargadora Maria de Nazaré Saavedra explica que o foco da programação é provocar a sociedade a tratar sobre a conscientização da importância da existência dos Direitos Humanos, especialmente nas áreas onde houver mais pessoas em situação de vulnerabilidade. “Acredito que a troca de experiências entre palestrantes, alguns que nem são do Direito, e participantes é essencial para que os casos que sejam tratados nessa esfera dos DH sejam conduzidos da melhor forma”, avalia.

Crise no sistema carcerário, conflitos agrários, morte no campo e exploração sexual de crianças e adolescentes no Pará foram as temáticas discutidas pelos convidados. “O objetivo da comissão é discutir os temas afins. Estamos nos preparando para ir a Altamira, onde há muitos problemas nesse sentido, e vamos receber demandas da população e, ao mesmo tempo, realizar a capacitação de juízes e outros profissionais que atendem”, adianta o juiz Elder Lisboa, também membro da CADHRS, confirmando que a programação segue ainda a outros municípios paraenses, em datas a serem definidas.

A coordenadora da Comissão de Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) na região Norte, irmã Henriqueta Cavalcanti, foi uma das expositoras e ressaltou a importância do debate. “Há muitas e muitas infâncias sofridas nessa região. Precisamos seguir nesse combate com força e determinação. Dependemos de quem tem esse conhecimento para que isso ocorra”, discursou.

(Dol – Carolina Menezes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here