O pagamento do Bolsa Família de abril começou na última terça-feira (16) e seguirá até o dia 30. Ao todo, o Ministério da Cidadania vai transferir R$ 2,6 bilhões às mais de 14,1 milhões de famílias brasileiras aptas a receber o benefício. O valor médio pago é de R$ 186,23.

Neste mês, o governo federal anunciou a criação da 13ª parcela do Bolsa Família, medida inédita e que proporcionará o maior poder de compra da história aos beneficiários. No Pará, o benefício é pago atualmente a 977.115 famílias, que recebem um valor médio de R$ 198.47.

O total de investimentos com o programa no Estado ficou em R$ 193.932.600,00. Para que todas as famílias que se encaixam nos critérios do programa possam ter acesso ao benefício, o Ministério da Cidadania vem aperfeiçoando a gestão do Bolsa Família. O resultado é fila de espera zerada desde julho de 2017, sendo que, neste mês, 212,9 mil famílias foram incluídas.

De acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, o trabalho vai permitir o pagamento da 13ª parcela a quem realmente precisa, valorizando o programa a serviço das famílias mais pobres do Brasil. Ele ainda destaca que o recurso irá representar R$ 2,5 bilhões a mais na economia de todo o país.

“Equivale a um reajuste de 8,3% no final do ano, e poder pagar esse valor é muito importante e um grande avanço para a atenção às famílias mais pobres”, ressaltou. Em abril, o pagamento do benefício segue o calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa.

Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de 3 meses. Para saber a data de pagamento, basta acessar a página oficial do Bolsa Família. Já o pagamento do 13º será em dezembro, no mesmo dia do repasse habitual do mês.

(Diário do Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui