Segundo presidente do Sincort-PA, os trabalhadores concordaram em voltar à atividades, mesmo não tendo sido atendidos em todas as reivindicações.

jl1 0210 correiosgreve2 - Acaba greve e trabalhadores dos Correios voltam às suas atividades

Funcionários dos Correios entraram em greve no Pará (Foto: Reprodução/TV Liberal)

s empregados dos Correios, que estavam em greve desde o dia 19 de setembro, aceitaram a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e retornaram ao trabalho nesta segunda-feira (9) em clima de normalidade.

Segundo Israel Ferreira Rodrigues Junior, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos do Pará (Sincort-PA), os trabalhadores concordaram em voltar à atividades, mesmo não tendo sido atendidos em todas as reivindicações.

Segundo ele, foi mantido o reajuste de 2,07% (INPC) retroativo ao mês de agosto de 2017, compensação de 64 horas (8 dias) e desconto dos demais dias de ausência, além da manutenção das cláusulas já existentes no Acordo Coletivo 2016/2017 por dois anos. A cláusula 28, que trata do plano de saúde, continua sendo mediada pelo TST. A assinatura do acordo ocorre às 15h desta terça-feira (10), em Brasília.

Com o retorno dos trabalhadores, os Correios esperam normalizar a distribuição de objetos postais em um prazo de cinco dias úteis na maior parte das localidades. Para os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária), suspensos devido à paralisação parcial, a previsão é de que voltem a funcionar até esta quarta-feira (11).

Mutirão

Segundo os Correios, no sábado e domingo (7 e 8), a instituição entregou mais de 6,6 milhões de cartas e encomendas. O mutirão, realizado nas localidades onde houve paralisação de empregados, contou com a participação de 22 mil trabalhadores. Durante a ação também foram triados (preparados para entrega) cerca de 10,5 milhões de objetos.

(G1 Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here