Nos últimos 12 meses, setor fechou com queda de 141 postos de trabalhos

agropecuaria 300x169 - Agropecuária gera 797 empregos em oito meses no Pará
(Imagem meramente ilustrativa)

O setor da agropecuária no Pará gerou 797 postos de trabalhos em oito meses no Pará, com crescimento de 1,53% na geração de empregos formais. Apesar do crescimento, nos últimos 12 meses, o setor fechou o período com saldo negativo de 141 postos. A pesquisa do Dieese-PA (Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará) foi divulgada na manhã desta segunda-feira (2).

De acordo com o estudo, entre janeiro e agosto, o Pará realizou 17.545 admissões contra 16.748 desligamentos, gerando um saldo positivo de 797 postos. O crescimento na geração de empregos ficou em 1,53%. No mesmo período do ano passado, a situação foi inversa. Foram feitas 17.925 admissões, contra 18.629 desligamentos, o que gerou saldo negativo de 704 postos.

Entre todos os estados do Norte, o Pará lidera com resultados positivos, seguido do Acre com 122 postos e Amazonas com 87 postos. Neste período, somente Rondônia fechou com saldo negativo de 57 postos de trabalhos. Só para se ter uma ideia, em oito meses, o setor gerou saldo positivo de 987 empregos em toda região Norte.

Nos últimos 12 meses, o setor teve resultado negativo entre admitidos e desligados no Pará. Foram feitas 25.549 admissões, contra 25.690 desligamentos, o que gerou saldo negativo de 141 postos e queda de 2,48% na geração de empregos formais.

(ORM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui