wilson 300x181 - Assassinos do ancião Wilson Soares da Silva , "Piauí", condenados há quase trinta anos de prisão
Wilson Soares da Silva, assassinado com requintes de crueldade em janeiro de 2017. Imagem: Arquivo

O Juiz de Direito da Comarca de Paragominas Dr. David Guilherme de Paiva Albano, condenou os acusados do assassinato do idoso Wilson Soares da Silva, de 78 anos de idade à penas que variam de 20 anos à 27 anos de prisão, inicialmente em regime fechado no Centro de Recuperação Regional e absolveu Maurício Lima Nascimento de todos os crimes que lhe são imputados, revogando a sua prisão preventiva.

Foram condenados:

Clebson Marcos Rodrigues dos Santos, vulgo “Bombado” condenado à  20 anos e 117 dias-multa.

Izaquiel Silva Alves, vulgo “Pelado”, condenado à 27 anos e oito meses e 164 dias-multa.

André Tiago Alves Paixão, vulgo “Loirinho”condenado `27 anos e oito meses e quinze dias de reclusão e 164 dias-multa.

O latrocínio, que teve como vítima o ancião Wilson Soares da Silva, conhecido carinhosamente pelo apelido de ‘Piauí’ e que residia na Rua Cícero Ávila, no bairro Promissão III, onde tinha um pequeno comércio, aconteceu no dia 13 de janeiro de 2017.

Os acusados premeditaram o crime no dia anterior e o consumaram de forma extremamente violenta, colocando uma sacola plástica na cabeça da vítima, matando-o asfixiado, não sem antes o agredirem fisicamente e moralmente.

Depois de investigações minuciosas comandadas pelo Delegado de Polícia Civil Dr. Pedro Rocha e sua equipe, os acusados foram encontrados em Paragominas e o principal deles, conhecido por ‘Loirinho’ numa cidade do Estado do Maranhão para onde havia fugido após o crime.

Com a condenação dos acusados, a sociedade agradece à polícia e à justiça por tirar de circulação por longo anos indivíduos considerados nocivos e com instintos assassinos.

….

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui