Estudantes protestaram nesta quinta-feira, 21, contra as péssimas condições da escola Dacilla Almeida do Nascimento. Seduc disse que vai mandar um engenheiro para avaliar o caso.

Estudantes da rede pública estadual de ensino protestaram nesta quinta-feira (21) contras as péssimas condições de conservação da escola estadual Ducilla Almeida do Nascimento, em Altamira, sudoeste do Pará. Eles temem que a caixa d’água de concreto desabe sobre a escola por falta de manutenção.

O Corpo de Bombeiros foi ao local para analisar o estado da caixa d’água da escola e constatou que o reboco está caindo, ferros estão aparecendo e que há vazamento de água que cai para dentro do bloco das salas de aula. Com isso, a escola foi parcialmente interditada e as aulas paralisadas por tempo indeterminado.

“Até para salvaguardar os alunos. Ali é uma situação atípica, porque a caixa d’água fica sobre a escada e os alunos para subir às salas vão passar pela escada. Então não tem como interditar parcialmente o local. Se interditou a escada, não tem aula no andar superior”, explicou o major Celso Piquet, do 9ª Grupamento Corpo de Bombeiros.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que tem conhecimento do estado em que se encontra a escola estadual Ducilla Almeida do Nascimento e por isso em fevereiro a secretaria adjunta de logística fez uma vistoria técnica na unidade e detectou os problemas. A Seduc disse ainda que vai enviar um engenheiro para avaliar a situação e incluir a escola nas unidades que vão receber reforma ainda neste ano.

Fonte: G1 PA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here