Fabrício Amaral e o Leandro Ianotta estão desaparecidos desde a última sexta-feira (18) após escalarem o monte Fitz Roy, na região da Patagônia, divisa da Argentina com o Chile.

A previsão era que retornassem para a base do Parque Nacional Los Glaciares no domingo (20), mas foram surpreendidos pelo mau tempo e não retornaram.

Uma equipe de resgate foi formada por socorristas do parque e alpinistas estrangeiros na segunda (21), mas o mau tempo foi um empecilho.

Especialistas entrevistados pelo jornal Clarín dizem, no entanto, que as chances para encontrar a dupla são cada vez mais escassas porque se passaram quatro noites em condições meteorológicas muito ruins.

O Consulado do Brasil em Buenos Aires informou que está acompanhando o caso dos brasileiros e em contato com os familiares.

(Com informações do Notícias ao Minuto)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui