WhatsApp Image 2019 10 31 at 11.00.26 300x200 - Câmara realiza Sessão Especial para Comunidade Surda

A inclusão plena na sociedade é um dilema das pessoas que têm algum tipo de deficiência. A pessoa com deficiência auditiva, por exemplo, em muitas ocasiões se sentem invisíveis pela dificuldade em ser compreendidos. O baixo alcance da língua de sinais, leva pessoas surdas ao isolamento social. Como poucos “ouvintes” usam a Libras, pessoas com deficiência auditiva passam por sérios apuros no trabalho, nas ruas e até em hospitais.

Ao recorrermos à história, o preconceito era tamanho que surdos não podiam usar as mãos para se expressarem, existia uma lei que proibia o uso de gestos na comunicação. Somente em 2015 foi instituída a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), sob o Nº 13.146/2015. No entanto, a sua implementação ainda é insatisfatória.

WhatsApp Image 2019 10 31 at 10.54.44 1 300x200 - Câmara realiza Sessão Especial para Comunidade Surda
Tiago Costa, professor de LIBRAS do Centro de Atendimento ao Surdo – CAS Belém

Para debater esse assunto urgente e necessário, foi realizada na Câmara Municipal de Paragominas, uma Sessão Especial, na última terça, 29, voltada à Comunidade Surda de Paragominas. A proposta partiu da vereadora Tatiane Helena Soares Coelho, através do Requerimento Nº 175/2019.

Durante a sessão, que contou com a presença de diversos representantes da comunidade de surda local, compuseram a mesa, a senhora Tatiane Nascimento, representante da comunidade; Márcia Alencar, militante da comunidade ; Jaqueline Miranda, professora de LIBRAS e português para surdos em Belém; Tiago Costa, professor de LIBRAS do Centro de Atendimento ao Surdo – CAS Belém; Creuza Rabelo, coordenadora de educação especial da SEMEC Paragominas.

WhatsApp Image 2019 10 31 at 10.55.50 300x200 - Câmara realiza Sessão Especial para Comunidade Surda
Vereadora Tatiane Helena, autora do requerimento que solicita a Sessão Especial

De acordo com a vereadora Tatiane Helena, o intuito da sessão era “oferecer à comunidade surda local a oportunidade de apresentar à classe política, as dificuldades enfrentadas cotidianamente por essas pessoas em Paragominas e, a partir daí, buscar mecanismos para a resolver a problemática e promover a inclusão de fato”, esclareceu a vereadora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui