Dados são do 9º Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde

  Fábio Costa514326074 - Casos de dengue têm queda de 29% no Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informou ontem (18) que ocorreram, no Pará, 4.343 casos confirmados de dengue, 5.669 de chikungunya e 295 de zika vírus, de 1 de janeiro e 14 de setembro deste ano. Os dados constam do 9º Boletim Epidemiológico, baseado em dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde. Em comparação ao mesmo período do ano passado, houve queda de 29,05% nos casos de dengue no Pará, que apresentou 6.122 confirmações em 2016.

De acordo com dados os dez municípios com maior incidência de casos de dengue confirmados são Parauapebas (1.070), Xinguara (796), Marabá (457), Pacajá (290), Tucuruí (144), Novo Repartimento (142), Conceição do Araguaia (123), Anapu (108), Jacundá (92) e Abaetetuba (86).

Em relação à chikungunya o município de Parauapebas também ganha destaque com 1.437 casos confirmados. Xinguara teve 1.324 casos, Belém, 753, Jacundá, 373, Marabá, 209, Redenção, 75, Canaã dos Carajás, 225, Paragominas, 176, Anapu, 18, e Marituba, 83.

Quanto ao zika vírus os dez primeiros no ranking no Pará foram Afuá (55), Xinguara (53), Parauapebas (38), Ourilândia do Norte (29), Canaã dos Carajás (27), Belém (26), Rondon do Pará (13), Rio Maria (10), Jacundá (10) e Eldorado dos Carajás (7).

A Sespa orientou que alguns cuidados básicos e permanentes para ajudar a preservar a saúde e evitar a dengue são não deixar água parada e limpa; virar os pratos das plantas, fazer furos ou colocar areia, para não acumular água; não deixar os pneus ao ar livre tomando chuva, pois eles podem ser outro criadouro; deixar as garrafas sempre com a boca para baixo, e sem acumulo de água; deixar a caixa d’água sempre fechada e não deixa piscina com água parada e suja.

(O Liberal)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here