O incêndio que destruiu parcialmente a Catedral de Notre-Dame vai exigir um amplo e duradouro trabalho de reconstrução. Enquanto isso, porém, católicos e turistas impossibilitados de visitar o monumento serão recebidos numa “catedral efêmera” de madeira, a ser erguida na praça em frente à Notre-Dame.
“Não será necessário dizer que a catedral ficará fechada por cinco anos”, disse Patrick Chauvet, reitor da catedral, em entrevista à emissora francesa CB News nesta quinta-feira (18/04). “Este foi o motivo por que perguntei se uma catedral efêmera poderia ser construída.”

“Quero um lugar agradável, um lugar que seja um pouco simbólico, que atraia”, disse Chauvet. O religioso pretende dar a fiéis e turistas um ambiente de consolo e no qual possam se reunir próximos da Notre-Dame.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, apoiou a ideia e concordou em disponibilizar parte da esplanada à Igreja para uma estrutura de madeira.

Chauvet explicou que a catedral provisória de madeira deve abrigar sacerdotes dispostos a dialogar com devotos e também servir para receber alguns dos cerca de 13 milhões de turistas que visitavam a catedral gótica a cada ano.

Portal Roma News / POR DA REDAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui