Imagem: Reprodução (Notícias Agrícolas) – Veja tópicos sobre produção de soja em Paragominas no final desta coluna.

COMPLICOU

A medida tomada pela administração municipal de colocar alguns funcionários do Hospital Municipal de Paragominas em disponibilidade causou revolta e indignação da categoria que através de documento, Ofício de nº 29/2019 informa ao prefeito Paulo Tocantins, ao secretário municipal de Saúde Flávio \Garajau, ao Bombeiro Civil e ao Detran que irão promover ‘estado de paralisação’ nesta terça-feira (30).

PARALISAÇÃO

O teor deste documento, assinada pela presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Paragominas, Cláudia Maria Soares Lima, informa que após reunião com o jurídico do sindicato da categoria, foi decidido o estado de paralisação elencando situações de assédio moral, perseguição e abuso de poder que vem acontecendo dentro do Hospital Municipal de Paragominas-PA.

MÍDIA

Nas redes sociais uma das funcionárias que foi transferida para o bairro Nagibão, Elis Morais, se pronunciou diretamente ao secretário de Saúde, Flávio Garajau “pelo lindo trabalho que vc e sua equipe de gestores do Hospital Municipal de Paragominas vem desenvolvendo com excelência! O maior foco é desestruturar e perseguir as formiguinhas da saúde, que saem de suas casas para passar a maior parte de suas vidas dando o seu melhor para os pacientes da cidade“. Dezenas de comentários nesta postagem não soaram bem para o secretário.

RESPOSTA

Nossa reportagem tentou contato com o secretário de Saúde Flávio Garajau mas não obteve êxito até a publicação desta coluna. Mas o espaço está garantido para que esta autoridade possa se pronunciar.

DECISÃO

As funcionárias que foram atingidas com estas medidas irão entrar ainda hoje com mandado de segurança e esperam retornar ao seu local de trabalho, caso assim a justiça entender que não houve motivação para tal.

FEZES

Toneladas de fezes e urina de gado despejadas no Rio Curuperé provocou uma grande manifestação por parte dos moradores da comunidade de Curuperé-Grande que fica entre as cidades de Abaetetuba e Igarapé-miri. Os moradores garantem que por causa desse crime ambiental, a fauna e a flora da região foi duramente atingida e até a água potável está contaminada. A empresa Minerva Foods tem como um dos sócios o príncipe da Arábia Saudita e é a segunda maior empresa de carne bovina do Brasil.

CONCURSO

A Prefeitura de Tucuruí oferece 40 vagas para o cargo de agente municipal de trânsito em concurso público cujas inscrições serão encerradas na próxima sexta-feira (3). A taxa de inscrição é de R$ 70,00 e a remuneração aos aprovados é de R$ 1.500,00. Os interessados devem acessar o SITE da empresa que está organizando o certame.

SUSPENDEU

O promotor de justiça Dr. Carlos Lamark Magno Barbosa suspendeu o inquérito civil que tinha por objetivo verificar porque a Polícia Civil em Paragominas não estava cumprindo a portaria 102/2017-DGPC/GAB que estabelece 12h de trabalho por 36h de descanso ou 24h de trabalho por 72h de descanso para Delegados de Polícia Civil (DPC), Escrivães de Polícia Civil (EPC) e Investigadores de Polícia Civil (IPC).

MOTIVO

Após várias negociações extrajudiciais a solicitação foi acatada e nas últimas inspeções realizada pelo promotor Lamark, em janeiro deste ano, foi constatada a implementação da nova escala de trabalho de 24h de serviço para 72h de folga para Delegados de Polícia Civil (DPC), Escrivães de Polícia Civil (EPC) e Investigadores de Polícia Civil (IPC) de Paragominas. Ao confirmar que o procedimento extrajudicial alcançou seu objeto e que a população agora conta com policiamento 24h o promotor determinou o arquivamento do inquérito policial. (MPPA).

MPF

Em Marabá, o Ministério Público Federal solicitou à Justiça que a Caixa Econômica Federal e uma construtora sejam obrigadas a reparar uma série de vícios e defeitos construtivos em dois condomínios. Em Paragominas, uma ação deste tipo iria constatar que a maioria das casas e apartamentos estão com os mesmos problemas e até agora os moradores não tiveram nenhuma resposta apesar de, em anos recentes, terem feito investidas no sentido de que tivessem suas moradias reparadas.

PSS

Fiquem atentos para o Processo Seletivo Simplificado da Sespa para contratação temporária de candidatos a fim de desempenhar funções de nível superior, médio e fundamental.  As inscrições estão abertas desde o dia 26.04.2019 e vão até as 23:59 horas do dia 01.05.2019 e deverão ser efetuadas exclusivamente no endereço eletrônico http://sipros.pa.gov.br. Maiores detalhes sobre as vagas oferecidas e outras informações constam no Edital que se encontra disponível no endereço eletrônico http://sipros.pa.gov.br e no site da SESPA, http://www.saude.pa.gov.br.

AIDS

Segundo o Ministério da Saúde o número de casos de AIDS em Paragominas diminuiu sensivelmente nos últimos anos. Por exemplo, segundo os casos notificados no SINAN, declarados no SIM e registrados no SISCEL/SICLON por ano de diagnóstico, em 2017 foram registrados 27 casos. Sendo 14 homens e 13 mulheres. Destes, 4 tinham entre 15 e 24 anos de idade. No ano passado foram notificados apenas 8 casos. 6 homens e 2 mulheres. A fonte da informação é o próprio Ministério da Saúde.

PARÁ

No entanto, o Pará continua entre os cinco colocados com o maior número de casos de Aids no País, apesar de ter sido notada uma grande redução. A falta de preservação e o ‘descaso’ de muitos ainda é o principal fator de contaminação de Aids no Estado.

PREJUÍZO

Matéria publicada pelo Jornal O Liberal, com reportagem de Hemerson Sodré, mostra que os empresários do setor do agronegócio, principalmente os produtores de soja estão amargando prejuízos que já chegam a quase 30%. Somente em Paragominas foram plantados mais de 340 mil hectares de soja. As chuvas que continuam caindo na região são as principais responsáveis por esse problema e vai afetar diretamente o desempenho econômico do município.

PREOCUPAÇÃO

O presidente da APROSOJA-PA, Vanderlei Ataídes, em entrevista ao Notícias Agrícolas (site especializado no setor agrícola) no início do mês já dizia que essa grande quantidade de chuvas que haviam caído no mês de maio e as que estavam previstas para o mês de abril seriam fatores muito forte para a contabilização dos prejuízos que se avizinhavam. O problema é que as chuvas não cessaram e muitos plantios estão com milhares de hectares de soja perdidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui