Seis pessoas da mesma família, sendo quatro adultos e dois adolescentes, foram encontrados mortos na noite da última quarta-feira (22), em um apartamento na cidade de Santiago, no Chile.

Eles estavam de férias há cerca de uma semana e teriam alugado um apartamento, através de um aplicativo na internet, no centro de Santiago. Suspeita-se que eles tenham inalado gás, provavelmente monóxido de carbono.

O grupo passou mal e ainda na noite anterior. Um deles teria conseguido ligar para um tio, mas falando frases sem sentido. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o familiar acionou o consulado brasileiro no Chile. O cônsul foi até o local e ligou para a família. Ninguém atendeu, mas ele ouvia os celulares das vítimas tocando de dentro do apartamento. A polícia chilena teve que arrombar o imóvel e encontrou todos os membros mortos.

Ao chegar no local a polícia observou que todas as janelas do apartamento estavam fechadas, o que pode ter piorado a situação e concetrado mais gás no interior do imóvel.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e evacuou o prédio localizado na rua Santo Domingo, a doze quarteirões do Palácio de la Moneda, sede do sede do governo chileno e ponto turístico na cidade. As ruas próximas do edifício também foram interditadas. Medições do ar no imóvel foram feitas e descobriram uma alta concentração de monóxido de carbono, gás que não emite odor, mas se inalado pode provocar a morte.

Diego Velásquez, comandante do Corpo de Bombeiros de Santiago, afirmou que a equipe trabalha para desvendar a causa da morte dos turistas. De acordo com ele, a hipótese de que as mortes estejam relacionadas com o tipo de calefação usada nos apartamentos não está descartada. Na noite desta quarta, bombeiros buscavam possíveis escapamentos de gás no local.

Segundo a prima de Jonatas e Débora, Noemi Fortunato Nascimento, as vítimas eram:

  • Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes e marido de Débora)
  • Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes e mulher de Fabiano)
  • Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta semana (filha de Fabiano e Débora)
  • Felipe Nascimento de Souza, 13 (filho de Fabiano e Débora)
  • Jonathas Nascimento Kruger, 30 anos (catarinense irmão de Débora e marido de Adriane)
  • Adriane Krueger (goiana mulher de Jonatas)

vitimas1 23 05 2019 09 06 47 - Família brasileira é encontrada morta de forma misteriosa no Chile

Jonathas e Adriana. Foto: Noemi Fortunato Nascimento/Divulgação

(Com informações do Portal Terra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here