goodmanners - Filme brasileiro "As boas maneiras" é premiado no festival de SitgesCena do longa “As boas maneiras”, de Juliana Rojas e Marcos Dutra.Reprodução Youtube

O filme brasileiro “As boas maneiras”, de Juliana Rojas e Marco Dutra, continua sua carreira de sucesso internacional. A produção foi premiada no festival de cinema fantástico de Sitges, na Espanha.

O filme levou o prêmio da crítica do Festival de Sitges e uma menção especial para sua protagonista, Isabél Zuaa. De acordo com o júri, a produção combina o conto de fadas com o cinema social na São Paulo contemporânea.

“As boas maneiras” vem sacudindo o público por onde passa. Em agosto, ele levou o prêmio especial do júri 70ª edição do tradicional Festival de Locarno, na Suíça. Já durante suaprojeção no festival de Biarritz, em setembro, a produção surpreendeu a plateia ao usar todos os códigos típicos do filme de terror.

Outro filme brasileiro, ‘O animal cordial’, também teve ótima recepção no festival catalão. A história é a estreia na direção de Gabriela Amaral.

O grande vencedor do festival foi ‘Jupiter’s moon’, uma parábola sobre a situação dos refugiados na Europa, que levou o prêmio de melhor filme. A trama, que também participou da mostra competitiva do Festival de Cannes em maio, usa uma linguagem mais poética para tratar o delicado tema: a produção húngara, do ator e diretor Kornél Mundruczó, traz às telas um imigrante sírio, que é baleado quando tenta escapar de um campo para refugiados na Hungria. Miraculosamente, seu ferimento lhe confere o poder de voar.

Com ares metafísicos, o filme apresenta uma dura crítica à corrupção que cerca a recepção dos refugiados na Hungria e na Europa.

(RFI)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here