Um “milagre”: assim foi definido o caso de um homem de 47 anos, morador da comuna de Aosta, na Itália, que sobreviveu após ser flechado no coração e em um dos pulmões. A cirurgia, sem precedentes, foi realizada na última terça-feira (21).

(Foto: Divulgação/Ospedale Molinette)

A flecha de 30,5 centímetros de comprimento, disparada por besta, entrou no meio do mamilo esquerdo, atingindo o ventrículo esquerdo e parte do pulmão esquerdo.

Cirurgia para a retirada da flecha em hospital de Turim Foto: Divulgação/Ospedale Molinette

De acordo com reportagem do “Daily Mirror”, os médicos que atenderam o paciente disseram não entender como ele não teve “morte imediata” ao ser flechado.

Pelo contrário, o italiano esteve consciente todo o tempo até ser submetido à delicada cirurgia. O caso foi considerado extremamente raro.

“Incrivelmente, a flecha varou o ventrículo esquerdo, a mais importante câmara do coração, e ficou cravada no pulmão esquerdo ser provocar a morte imediata”, disse um porta-voz do Hospital Molinette, de Turim (Itália), que divulgou imagens do paciente.

(Com informações do portal Extra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui