Professores paralisaram as atividades para pressionar o governo a pagar o reajuste do piso da categoria e exigir melhorias para as escolas do município.

Para Municip Paragominas.svg  300x290 - Mais de 3 mil alunos ficam sem aulas em Paragominas
(Reprodução)

Mais de 3 mil estudantes de duas escolas estaduais de Paragominas, no sudeste do Pará, ficaram sem aulas na quinta-feira (31). Os professores paralisaram as atividades para pressionar o governo a pagar o reajuste do piso da categoria. Os professores também cobram da Secretaria de Educação (Seduc) melhorias para as unidades de ensino no município. O G1 entrou em contato com a Seduc e aguarda um posicionamento.

A Escola Presidente Castelo Branco e a Escola Raimundo Laureano da Silva ficaram com os portões fechados durante o dia todo. Os alunos que chegaram para as aulas tiveram que voltar para casa sem estudar.

No total, quase 3.500 alunos não tiveram aula por conta da paralisação parcial dos professores. De acordo com a categoria, a suspensão das aulas foi uma maneira de chamar a atenção do Governo do Estado.

Os professores reivindicam o cumprimento do piso nacional do magistério, melhores condições de trabalho e dizem também que houve abandono de investimento nas estruturas dos prédios das unidades escolares.

Imagens feitas de celular mostram o ventilador na sala de aula sem funcionar e todo enferrujado. O telhado apresenta problemas e os alunos não conseguem fazer pesquisa na escola porque a sala do laboratório não está funcionando.

Outro problema é a falta de manutenção na quadra de esportes. Os professores disseram que nem lembram quando houve uma reforma no local. Os alunos estão sem aulas de Educação Física na quadra desde o começo do ano.

(G1 Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui