Os clientes que tentaram acessar neste sábado, 8, a loja Carrefour Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo, encontram as portas fechadas. Isso porque manifestantes se organizaram no local, em ato de repúdio à morte da cadela Manchinha, ocorrida no último dia 30.
Em virtude do movimento, a área de vendas foi fechada às 14 horas, de acordo com o Carrefour. Ainda segundo a empresa, apesar do fechamento da loja, o estacionamento estaria aberto para os manifestantes.

Nas redes sociais, mais de 12 mil pessoas haviam sinalizado que pretendiam comparecer e 55 mil demonstraram interesse. Durante o ato, as pessoas levantaram cartazes pedindo justiça na investigação do caso. Alguns também levaram bichos de estimação, como forma de homenagem à cadela. Velas também foram acesas no local e carros impedidos de trafegar.

Na última quinta-feira, 6, o segurança visto nas filmagens, acusado de agredir e causar a morte do cachorro confessou à Polícia ter golpeado o animal com uma barra metálica. Em nota, o estabelecimento disse que iria colaborar para dar celeridade às investigações. Além disso, o Carrefour disse estar em contato com ONGs e movimentos sociais para encontrar maneiras de realizar iniciativas em prol da causa animal.

Fonte: O Povo Online / Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here