Uma médica reagiu a um ataque sexual dentro do hospital e acabou arrancando grande parte da língua do agressor com os próprios dentes. O caso aconteceu na cidade de Bloemfontein, na África do Sul.

Segundo a imprensa do país, a profissional de 24 anos – que não teve o nome divulgado – se preparava para atender o homem quando tudo aconteceu.

Após entrar como paciente no consultório do hospital, o suspeito de 32 anos a segurou pelos braços, logo em seguida a beijando a força. A jovem médica reagiu mordendo sua língua, que ficou parcialmente decepada.  Após o ocorrido, o hospital comunicou as outras unidades de saúde que ficaram alertas ao suspeito.

O porta-voz do departamento de saúde, Mondli Mvambi, se pronunciou: “Durante a agressão, a médica conseguiu arrancar a língua do suposto agressor que fugiu. Mais tarde ele foi preso, levado para uma cirurgia plástica e operado sob guarda policial. Ele será entregue para ser levado ao tribunal no devido tempo. É pela graça de Deus que a médica teve força para revidar e morder a língua do suspeito. Ela está atualmente passando por exames médicos e aconselhamento”, comunicou à imprensa.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística da África do Sul, 138 a cada 100 mil mulheres foram estupradas entre 2016 e 2017. A taxa de feminicídio também é alarmante, chegando a ser cinco vezes maior que a taxa global.

(Fonte: Metro)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui