Tite divulgou nesta segunda-feira, 27, a decisão de tirar de Neymar a braçadeira de capitão da Seleção Brasileira na Copa América, e entregar ao lateral Daniel Alves. No dia 27 de abril, o atacante se envolveu em uma polêmica após agredir um torcedor na arquibancada no final da Copa da França.

O técnico evitou comentar o assunto no dia da convocação da seleção para o torneio, sob justificativa de que iria conversar com o craque pessoalmente assim que ele chegasse na concentração. Ainda assim, o comandante admitiu que o jogador cometeu um erro no episódio. Além da consequência no time do Brasil, Neymar também foi suspenso na liga francesa.

Amigo do camisa 10 desde os tempos de Barcelona, Daniel Alves já teria assumido o posto na Copa do Mundo do ano passado. A lesão que o tirou do torneio, porém, forçou o técnico da Seleção a optar pelo rodízio entre alguns nomes como Marcelo, Thiago Silva e Miranda. O lateral-direito chegará na Granja Comary nesta terça-feira, 28, junto com Coutinho e Arthur.

Neymar assumiu o posto de capitão com Tite após a Copa do Mundo, depois que o treinador abriu mão do rodízio da braçadeira feito até a disputa do torneio. Antes disso, o atleta havia estado com a faixa no braço durante a passagem de Dunga entre 2014 e 2016.

Com informações de Fox Sports.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here