Líder isolado na contagem geral de pontos do Parazão, o Paysandu, que soma 14 pontos no Grupo A2, colocará sua privilegiada posição em jogo no domingo (10), diante do São Francisco, em Santarém, pela sétima rodada da competição estadual.

destaque 580377 bola4 primao jorge luis totti psc - No Parazão, Papão terá pela frente o São Francisco, um dos times de pior campanha
O meia Thiago Primão atuou nos 90 minutos na última partida e quer assegurar o seu lugar no time titular (Foto: Jorge Luiz Totti/Paysandu)

O adversário, pelo retrospecto que exibe, não é, teoricamente, nenhuma “carne de cabeça”, como se diz, visto que ocupa a lanterna do Grupo A1, com apenas quatro pontos. E não é só. No jogo de estreia das equipes no campeonato, o Papão não tomou conhecimento do Leão santareno, aplicando 4 a 1 na Curuzu. Tudo isso, porém, não está sendo levado em conta pelos bicolores.

Na Curuzu, a ordem é encarar o próximo adversário, às 18h, no estádio Barbalhão, sem dar chance ao azar. O técnico João Brigatti e seus comandados não abrem mão de retornar da Pérola do Tapajós com a liderança do Estadual assegurada. Eles sabem que qualquer descuido poderá ser fatal para o time não só perder a ponta da tabela de classificação, mas até mesmo a classificação às semifinais da disputa. A equipe listrada é perseguida de perto pelo Independente, que soma apenas um ponto a menos (13) no grupo e outros três (11) pelo Paragominas.

De acordo com o meio-campista Thiago Primão, o grupo bicolor procurou aproveitar bem o período de preparação para a retomada ao campeonato a fim de não ser surpreendido pelo Leão santareno. “Nessas duas semanas de treinos, crescemos bastante na parte física, além das questões táticas e técnicas também”, afirmou. “Tudo foi feito para que a equipe tenha uma evolução ainda maior no próximo jogo”, declarou. “Com toda a certeza garra não vai faltar”.

Embora nunca tenha atuado no Barbalhão, o meia disse ter recebido as melhores referências sobre o gramado do estádio santareno, o que, segundo ele, poderá fazer diferença. “Assim dá pra gente jogar o melhor do nosso futebol. Isso vai qualificar ainda mais o nosso toque de bola. Tenho certeza que vamos fazer um bom jogo lá”, previu o meia.

Primão ressaltou as dificuldades encontradas pelo time em alguns gramados locais até mesmo nos treinamentos do grupo. “A gente vem pegando alguns campos ruins, mas mesmo assim temos tentado dar o nosso melhor. Agora não vamos ter desculpa do campo. Até nos treinos os campos não são dos melhores”, comentou o jogador, que se disse satisfeito pelo desempenho que teve no empate, sem gols, diante do Bragantino, quando conseguiu jogar toda a partida. “Eu vinha há quase cinco meses sem jogar 90 minutos e, contra o Bragantino, consegui ajudar minha equipe”, finalizou.

E mais…

– Depois de apenas assistir aos seus companheiros em campo nos dois últimos jogos do time – contra o Águia e o Bragantino -, o meia Leandro Lima poderá ser uma das opções do técnico João Brigatti para montar o meio de campo do Paysandu com vistas ao confronto de domingo (10), contra o São Francisco. O jogador, que sofreu um golpe nas costas, aplicado por David Batista, no primeiro Re-Pa do ano, concluiu a etapa de transição e, provavelmente, estará apto a jogar.

– A liberação do atleta, primeiro, pelo Departamento de Saúde e, depois, pelos preparadores físicos do clube, no entanto, não significa que ele já tenha vaga garantida no time. Não bastasse a necessidade de recuperar ainda mais o condicionamento físico, Lima terá de transpor outro obstáculo: o fato de Primão ter sido o titular durante os 90 minutos do jogo passado. Além disso, há ainda a concorrência do meia Alan Calbergue.

– A principal dor de cabeça do treinador diz respeito à lateral-direita. O titular da posição, Bruno Oliveira, acumula três cartões amarelos e, assim sendo, não poderá atuar. Assim, o técnico terá de partir para a improvisação, com os volantes Caíque Oliveira e Willyam aparecendo como principais opções por já terem jogador na posição.

Fonte: Nildo Lima/Diário do Pará

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here