whatsapp image 2018 06 26 at 20.52.50   copia - Policiais civis do Pará e Goiás prendem acusados de assaltar banco em Nova Esperança do Piriá
Polícia Civil (Drogas apreendidas)

Uma ação conjunta de policiais civis do Pará e de Goiás resultou, nesta terça-feira (26), nas prisões de Willame Pereira Machado, de 27 anos, de apelido Tiui, e Eduardo da Silva Figueiredo, 25 anos, de apelido Du, acusados de envolvimento no assalto a uma agência bancária em Nova Esperança do Piriá, no nordeste do Pará. Willame foi preso, em uma casa em Castanhal, nordeste paraense, por policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubo a Bancos e Antissequestro (DRRBA), unidade policial vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), do Pará.

Em cooperação com a Polícia Civil de Goiás, através do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), Eduardo foi preso no município de Anápolis (GO). Segundo o delegado Fausto Bulcão, titular da DRRBA, as prisões fazem parte da primeira parte da “Operação NEP”, que investiga o assalto na modalidade “vapor” ou “novo cangaço” contra a agência bancária em Nova Esperança do Piriá, nordeste paraense, ocorrido em 20 de março deste ano.

Na ocasião, seis homens armados de fuzis e escopetas calibre 12 sitiaram a cidade e entraram na agência bancária, realizando um cordão humano e disparos. Do local, foram subtraídos o cofre da instituição e quantia em dinheiro. Ao ser preso, em Castanhal, Willame foi flagrado com aproximadamente meio quilo de maconha prensada e munições de calibres 762, 556, .40 e 380. Assim, ele foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e por posse de munição de calibre restrito. Ambos os presos já estão recolhidos à disposição da Justiça.

Polícia Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here