Cesar Perrari574726142 - Preço feijão consumido pelos paraenses continua em queda

Mesmo apresentando queda de preços nos últimos meses, a alimentação básica dos paraenses continua entre as mais caras do país. Em novembro a cesta básica no Pará apresentou queda de 2,26% e teve um custo de R$ 358,74 comprometendo na sua aquisição cerca de 42% do atual salário mínimo de R$ 937.
A maioria dos itens da cesta básica apresentaram quedas de preços, alguns destes produtos são indispensáveis na mesa dos paraenses como é o caso do Feijão, que depois de um longo período de alta apresentou quedas significativas tanto no mês de novembro e em quase todos os meses de 2017.
O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) levanta semanalmente o preço do Kg do feijão carioquinha, jalo e o cavalo em supermercados da capital.
Segundo as pesquisas, o preço médio do Kg do feijão foi comercializado em média em supermercados de Belém a R$ 6,59; em janeiro deste ano já estava custando R$ 5,65; em julho foi comercializado a R$ 6,08; em julho a média foi R$ 5,61; em agosto foi comercializado a R$ 4,59; em setembro a R$ 4,02; em outubro foi comercializado a R$3,99 e no mês passado com novo recuo de preço, o produto foi comercializado em média a R$ 3,53 por kg. Com isso o Feijão consumido pelos paraenses comercializado em supermercados de Belém apresentou queda de 11,53% em novembro em relação ao mês de Outubro. No comparativo de preços, considerando os primeiros onze meses de 2017 (janeiro a novembro), a queda acumulada no preço do produto já alcança cerca de 46%.

(ORM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here