Presidiário tem saída temporária e logo é preso suspeito de estuprar menina de 13 anos (Foto: Reprodução)
Homem ficou bastante machucado com a surra que recebeu dos populares (Foto: Reprodução)

Claysson Lima recebeu o benefício da saída temporária para passar o Natal com a família, mas a liberdade durou pouco. Ele foi preso nesta sexta-feira (21) acusado de estuprar uma adolescente de 13 anos. O caso ocorreu em Ji-Paraná, município do estado de Rondônia.

Segundo a imprensa local, o homem foi brutalmente agredido por populares revoltados com o fato.

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu no Bairro São Pedro, 1º Distrito de Ji-Paraná, por volta das oito horas da manhã, quando Claysson invadiu a casa da garota com uma faca, a ameaçou de morte, logo em seguida tapou a boca da vítima e a despiu. Em seguida, jogou a menina no chão e começou a mordê-la por todo o corpo, até consumar o estupro.

Nesse momento, o estuprador percebeu que alguém se aproximava do local e empreendeu fuga pelos fundos da casa. Na fuga, a mulher viu o criminoso e correu para dentro da casa para ver o que havia acontecido. Ao chegar no interior da residência, ela avistou a sobrinha caída, toda ensanguentada e logo pediu ajuda.

Após os primeiros alardes do que havia ocorrido, os moradores saíram a procura do acusado e o cercaram até a chegada da PM que evitou que o mesmo fosse morto pela fúria popular.

(Com informações do Jornal do País)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui