A Polícia Civil prendeu, nessa terça-feira (18), durante a operação denominada “À Caça”, em Salinópolis, nordeste paraense, Manoel Santino de Sousa Brito, Luiz Claudio Teixeira de Santana, José Roberto Lobato da Cruz e Alfredo Lima da Silva, acusados do crime de estupro de vulnerável. Eles estão com mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça. A operação policial foi realizada por policiais civis da Delegacia de Salinópolis em parceria com equipes da Superintendência Regional do Caeté e das Delegacias de Atendimento à Mulher e de Atendimento à c Criança e Adolescente (Deam/Deaca), da região.
Os mandados de prisão preventiva resultaram de inquéritos que apuraram crimes de estupro de vulnerável no município, cujas investigações foram conduzidas conjuntamente pelas equipes da Polícia Civil de Salinópolis e das Delegacias Especializadas da Mulher (Deam) e da Criança e Adolescente (Deaca) de Capanema.

Segundo a delegada Danielle Silva, da Delegacia de Salinópolis, foram representadas por medidas cautelares de prisões preventivas contra os acusados. “Os mandados foram deferidos pelo Poder Judiciário e, dessa forma, foram montadas cinco equipes compostas por policiais civis da região do Caeté, para cumprimento dos mandados de prisão”, ressalta.

A delegada salienta que a investigação e a operação tiveram por objetivo o combate ao crime de estupro de vulnerável ainda com uma incidência grande no interior do Estado, mas que não passam desapercebidos pelas forças de segurança pública nem em locais de difícil acesso. “A Polícia Civil sempre busca atender essa demanda de forma especializada em busca de uma resposta eficiente para as vítimas tão fragilizadas e a sociedade que anseia por Justiça”, salienta.

 

Portal Roma News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here