Relatórios apontam que um conjunto de empresas foi criado para omitir lucros, fraudar execuções fiscais, ocultar beneficiários e blindar patrimônios. Empresas de Castanhal e Santa Izabel do Pará são investigadas.

images 300x225 - Receita Federal realiza operação de combate a fraudes fiscais no Pará
(Imagem meramente ilustrativa)

Receita Federal deflagrou nesta sexta-feira (11) a “Operação Pepper”, que tem o objetivo de apurar a responsabilidade de grupo econômico no cometimento de fraudes fiscais e aduaneiras no Pará e em São Paulo. A operação conta com o apoio da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.

Segundo relatórios emitidos pela Receita Federal, um conjunto de empresas foi constituído com o objetivo de omitir lucros, fraudar execuções fiscais, ocultar beneficiários e blindar patrimônios mediante a simulação de preços no comércio de commodities e da intervenção fraudulenta de pessoas sem capacidade econômica.

Estão sendo investigadas empresas exportadoras de pimenta-do-reino e cravo-da-índia sediadas nas cidades de Castanhal e Santa Izabel do Pará, no nordeste do estado. Segundo as investigações, as empresas realizariam operações comerciais de modo que impediam a identificação da origem e destino dos recursos financeiros aplicados na atividade econômica, permitindo a omissão dos lucros adquiridos no comércio exterior.

A Receita Federal estima lançamentos de tributos e multas em torno de R$ 400 milhões, além da retirada do mercado de empresas criadas com o intuito de fraudar a economia.

(G1 Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here