Manifestantes ocuparam a Câmara na manhã desta terça-feira, 26, e cobraram celeridade nas investigações da morte de jovem que foi atropelado por vereador há 10 dias.

6175157 x720 300x200 - Sessão na Câmara Municipal de Parauapebas foi interrompida por protesto contra vereadorManifestantes realizaram uma passeata na manhã desta terça-feira (26) em Parauapebas, no sudeste do Pará. A manifestação foi para lembrar a morte de Fernando Pereira dos Santos, 22 anos, que morreu após ser atropelado pelo vereador João do Feijão, do Partido Verde, no dia 16 de setembro de 2017.

A passeata seguiu pelas ruas da cidade até à Câmara Municipal de Parauapebas, onde foram impedidos de entrar pela Polícia Legislativa do Local. A entrada foi liberada somente após a chegada da imprensa. A sessão teve duração de apenas uma hora, devido às manifestação.

A família do jovem que morreu atropelado pede agilidade nas investigações e que apuram o envolvimento de um vereador da cidade no ocorrido.

“Porque ele é vereador, porque ele tem dinheiro e pisa no povo, depois comparece com o advogado e nada de justiça é feita”, disse Iram Pereira, pai da vítima.

O vereador João do Feijão esteve presente na Câmara, mas não se sentou na sua cadeira, ele ficou pelos corredores da casa observando a movimentação da manifestação. Questionado sobre o caso, o vereador disse que não falaria sobre o assunto.

Segundo a Polícia Civil, o João do Feijão estaria embriagado quando atropelou o jovem com esta camionete no último dia 16 de setembro. A vítima havia acabado de sair de um jogo de futebol com os amigos e foi atingido pelas costas quando retornava para casa. O vereador fugiu do local sem prestar socorro à vítima e se apresentou à Delegacia 48h depois. Prestou depoimento e foi liberado.

(G1 Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here