Para o Tapajós, o jogo de hoje será a estreia no Campeonato Paraense. Para o Águia, o segundo e mais uma vez em Santarém. No domingo, o time de Marabá empatou em 1 a 1 com o São Raimundo, no mesmo local do jogo de logo mais, o estádio Barbalhão. O Boto estreia hoje porque a partida da primeira rodada, contra o Remo, foi adiada, por causa da interdição do Mangueirão. O jogo de hoje começa às 20h.

Os dias a mais de preparação deram ao técnico do Tapajós a oportunidade de ver seu time em ação em mais um amistoso. Para Flávio Barros, nesse período extra, ele pôde escolher o que deve ser a formação titular, mas, ainda assim, o tempo é curto para uma preparação adequada.

“O trabalho foi curto em relação à competição. Foi uma mini pré-temporada. Demos uma ênfase aos treinos fortes, fizemos jogos-treinos e isso é importante. Em todos os amistosos houve um crescimento e isso nos deixa motivados”, afirmou Barros.

Do lado marabaense, o time deve ser o mesmo que esteve em ação no final de semana. O que o técnico João Galvão quer de seus comandados é uma postura diferente. Ele lamentou que o Azulão tenha cedido o empate ao São Raimundo, após sair na frente.

“Um ponto fora de casa é sempre importante, mas nós recuamos e demos espaço ao adversário. Isso não pode acontecer quando estivermos em vantagem. Tenho certeza que contra o Tapajós será bem diferente e melhor”, finalizou João Galvão.

PFC e Japiim vão duelar

 Paragominas e Castanhal jogam hoje, na Arena Verde, às 16h. O Jacaré estreou com o pé direito ao surpreender e vencer o Bragantino por 2 a 1 em pleno Diogão. Se chegar a mais três pontos dará um salto substancial pela liderança da chave A2.

Já o Japiim decepcionou a torcida que esteve no Maximino Porpino ao perder para o Independente por também 2 a 1. Mais uma derrota pode o deixar em situação complicada na chave A1.

O técnico Samuel Cândido deve mandar o PFC com a mesma formação que jogou em Bragança, mesmo com os principais destaques do time no fim de semana terem saído do banco de reservas, como o meia Felipinho e o atacante Bilau, autor do gol da vitória.

No Castanhal, independente de ter trocas de atletas, Douglas Leite quer uma mudança de postura. Entre as possíveis mudanças está o retorno de Dadá ao meio de campo.

ficha tecnica 23 01 2019 08 18 09 - Tapajós encara o Águia; Paragominas e Castanhal também duelam

(Tylon Maués/Diário do Pará)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui