— Imagem: reprodução da internet

Diante do grande burburinho nas redes sociais e uma nota duvidosa de uma Fanpage, a diretoria da Escola de Ensino Médio Presidente Castelo Branco, em Paragominas, procurou a nossa reportagem para elucidar os fatos referente a um ato de vandalismo praticado por um adolescente contra a escola. No vídeo, amplamente divulgado, um jovem aparece subindo em uma mesa e tentando quebrar as luzes da sala de aula e outro aparecia sorrindo da situação. A nota afirma que o aluno que perpetrou o ato teria sido “expulso” da escola e reintegrado mais tarde por determinação do Ministério Público, e que um funcionário da instituição de ensino teria afirmado à Fanpage temer represália por parte do aluno, além da possibilidade de influenciar colegas a praticarem novos atos de vandalismo contra a escola. A diretoria nega.

Mídia da Cidade 211x300 - Vandalismo na escola Presidente Castelo Branco — Diretora diz que não expulsou aluno e desmente que escola teme represálias
Nota divulgada por Fanpage de notícias

Segundo nota encaminhada pela instituição de ensino à nossa redação a diretoria com anuência do conselho escolar da instituição afirmam terem sugerido aos pais que matriculassem o aluno em outra escola para evitar constrangimentos a este e até  mesmo represálias dos colegas. Segundo a diretora Maria Rita Souza, os pais foram convidados à instituição e lhes foi expedida uma “ressalva” para a matrícula do mesmo em outra instituição e que, na ocasião, reforçou que o aluno não estava sendo expulso. Além disso, a diretora relatou que o aluno teria sido aceito por outra instituição, a qual, mais tarde, teria afirmado que não tinham mais a vaga, ficando o aluno, a partir dali, desassistido. Que somente neste momento, os pais teriam buscado o apoio do Ministério Público e da delegacia de polícia.

A diretoria da escola Presidente Castelo Branco afirma ainda que em nenhum momento expressou temer a represálias por parte do aluno ou autorizou qualquer funcionário a falar sobre o caso em nome da instituição.

A Escola de Ensino Médio Presidente Castelo Branco, de responsabilidade do estado, alcançou neste ano de 2019 um feito histórico aprovando mais de 90 alunos no vestibular e, apesar das dificuldade enfrentadas em relação à falta de recursos, conta com profissionais competentes que se preocupam com o seu alunado e que chegam até mesmo a gastar dos próprios salários para complementar merenda e pequenos reparos da instituição de ensino.

Confira a nota da expedida pela Diretoria da Escola Presidente Castelo Branco sobre o caso:

WhatsApp Image 2019 09 07 at 12.20.44 768x1024 - Vandalismo na escola Presidente Castelo Branco — Diretora diz que não expulsou aluno e desmente que escola teme represálias

Este site se coloca à disposição de qualquer das partes envolvidas para devidos esclarecimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here